Atendimento: (31) 3273-0607

    Redes Sociais

Saiba mais sobre a vacina BCG

Conforme o calendário nacional de vacinação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBO), a BCG é uma das primeiras vacinas que deve ser aplicadas em recém-nascidos. Ela é administrada através da injeção no braço direito da criança.

A vacina é conhecida por deixar uma pequena cicatriz no local em que foi aplicada, ela é produzida a partir da bactéria atenuada do bacilo de Calmette-Guérin, que deu origem ao nome BCG. Ela imuniza contra a tuberculose militar.

Mas o que é a tuberculose militar que a BCG imuniza?

A tuberculose militar é um tipo de tuberculose que pode causar morte. A doença é uma infecção contagiosa que se propaga pelo ar e recebeu este nome por causa das inúmeras lesões que se formam nos pulmões. Ela pode afetar vários órgãos ou correr por todo o corpo. Existem casos em que a tuberculose afeta os pulmões, o fígado e a medula óssea, mas também afeta os tecidos que recobrem o cérebro a medula espinhal e a membrana ao redor do coração.

A tuberculose ocorre com mais frequência em crianças menores de 4 anos, pessoas mais velhas e pessoas que possuem um sistema imunológico debilitado. Os seus sintomas são difíceis de serem identificados, mas incluem: perda de peso, arrepios, febre, mal-estar geral, arrepios e dificuldade em respirar. A infecção na medula óssea pode causar anemia grave e outros problemas no sangue, causando até mesmo leucemia.

Na maioria dos casos, o tratamento da tuberculose militar se assemelha ao da tuberculose pulmonar. Na maioria dos casos o médico recomenda o uso de antibióticos por nove a doze semanas.

Além das diversas complicações que a doença pode apresentar, existem casos que são necessário realizar procedimentos cirúrgicos, por isso, se na sua família tem algum recém-nascido, oriente a vacinação para prevenir contra a doença.

Leia também: “DESCUBRA TRÊS DOENÇAS QUE ESTÃO REAPARECENDO.

2 Comentários

Deixe o seu comentário!