Atendimento: (31) 3273-0607

    Redes Sociais

Pneumocócica Conjugada 13-Valente

O pneumococo é uma bactéria responsável por casos graves de meningite, pneumonia, infecções da corrente sanguínea, sinusite e otite média em todo o mundo. As vacinas conjugadas contra infecção pneumocócica representam importante progresso na profilaxia das infecções pneumocócicas de crianças. A importância das infecções causadas por esta bactéria associada a excelente proteção desta vacina fez com que países desenvolvidos recomendassem a vacinação rotineira de todas as crianças com menos de dois anos.

As três primeiras doses da vacina devem ser aplicadas no 2º, 4º e no 6º mês de vida; uma quarta dose (1º reforço) deve ser aplicada entre 12-15 meses. As crianças que iniciarem a vacinação com idade entre sete meses e 11 meses necessitam de duas doses com intervalo de dois meses, e uma dose adicional aos 15 meses de idade; aquelas que iniciarem a vacinação entre 12 e 23 meses necessitam de apenas duas doses com intervalo de dois meses.

Recentemente, foi aprovada no Brasil a vacina pneumocócica conjugada 13-valente produzida pelo laboratório Wyeth. Esta vacina representa um grande avanço e inclui os 13 sorotipos mais prevalentes nas doenças pneumocócicas como meningite, pneumonia, e otite média aguda. Além dos sete sorotipos (4, 6B, 9V, 14, 18C, 19F e 23F) incluídos na vacina pneumocócica 7-valente deste mesmo laboratório a qual estava no mercado mundial há nove anos, outros seis sorotipos adicionais fazem parte desta nova vacina (1, 3, 5, 6A, 7F e 19A).

Somente a vacina 13-valente está aprovada para uso após dois anos de idade.

As crianças saudáveis que iniciarem a vacinação após os 24 meses necessitam de apenas uma dose desta vacina.

O pneumococo é uma das principais causas de doenças graves entre crianças; esta bactéria é responsável pela maior parte dos casos graves de meningite, pneumonia, infecções da corrente sanguínea, sinusite e otite média nas crianças em todo o mundo. O risco de doença pneumocócica invasiva é maior nas crianças com menos de um ano de idade; portanto o esquema de vacinação deve ser iniciado o mais precocemente possível.

As vacinas conjugadas contra infecção pneumocócica representam importante avanço na prevenção destas infecções em crianças. Existem duas vacinas conjugadas contra o pneumococo licenciadas no Brasil: a do laboratório Pfizer e a da GlaxoSmithKline.

A vacina pneumocócica conjugada 13-valente produzida pelo laboratório Pfizer inclui os 13 sorotipos mais prevalentes (1, 3, 4, 5, 6A, 6B, 7F, 9V, 14, 18C, 19A, 19F e 23F) nas doenças pneumocócicas como meningite, pneumonia, e otite média aguda.

A vacina pneumocócica conjugada 13-valente está indicada a partir das seis semanas até 59 meses (crianças saudáveis) ou 71 meses (crianças com risco aumentado).

Esta vacina apresenta o seguinte esquema vacinal: as três primeiras doses devem ser aplicadas no 2º, 4º e no 6º mês de vida; uma quarta dose (reforço) deve ser aplicada entre 12-15 meses.

As crianças saudáveis com menos de cinco anos e as crianças com risco aumentado de infecção pneumocócica com menos de seis anos, as quais completaram o esquema de quatro doses com a vacina 7-valente, devem receber uma dose adicional da vacina 13-valente.

A vacina pneumocócica conjugada 10-valente produzida pela GlaxoSmithKline inclui 10 sorotipos (1, 4, 5, 6B, 7F, 9V, 14, 18C, 19F e 23F). Esta vacina 10-valente somente está indicada a partir de seis semanas até os dois anos de idade. As três primeiras doses desta vacina devem ser aplicadas no 2º, 4º e no 6º mês de vida; uma quarta dose (reforço) deve ser aplicada entre 12-15 meses.

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados...